Santana de Parnaíba
11 | 2450-6000

Taubaté
12 | 3608-2770

Joinvile
47 | 3033-2200

Santana de Parnaíba
11 | 97547-2518

Taubaté
12 | 99794-8410

Joinville
47 | 9234-6918

Conhecido como AVC, o acidente vascular cerebral, é um problema no Brasil e no mundo. Os dados do Ministério da Saúde indicam que a cada cinco minutos, uma pessoa morre da condição no país, esse dado gera em média mais de 100 mil mortes por ano. Nós podemos encontrar muitas informações na internet, porém algumas situações precisam ser esclarecidas.

O que é?

O AVC ocorre quando existe uma morte do células no cérebro, dessa forma, acontece a interrupção do fluxo sanguíneo no órgão. Essa falta de circulação do sangue pode ocorrer de duas formas:

AVC hemorrágico: acontece quando uma artéria ou vaso sanguíneo se rompe, ocorre um vazamento do sangue na região e causa a interrupção do fluxo sanguíneo apropriado.

AVC isquêmico: essa versão acontece quando há o entupimento dos vasos sanguíneos, as placas de gordura se acumulam nas paredes nesses vasos. De acordo com Academia Brasileira de Neurologia, cerca de 85% dos casos de AVC são na forma isquêmica, assim são mais fáceis de prevenir.

Sintomas

Os indícios observados de um AVC são:

  • Fraqueza de um lado do corpo;
  • Alteração ou perda de visão;
  • Dificuldade para falar;
  • Desvio de rima labial (sorriso torto);
  • Desequilíbrio e tontura;
  • Alterações na sensibilidade;
  • Dores de cabeça fortes e persistentes;
  • Dificuldade para engolir;

O AVC ocorre de subitamente, ao notar os primeiros sintomas, o atendimento médico deve ser rápido. O diagnóstico rápido, pode salvar vidas e amenizar sequelas.

Mitos e Verdades

Agora vamos desmistificar algumas questões em torno do AVC:

Diabéticos ou Hipertensos têm mais chances de ter AVC?

Sim. Hipertensão e Diabetes aumentam os riscos para um AVC.

Podemos prevenir o AVC?

Sim. Um estilo de vida mais saudável e a detecção precoce de malformações vasculares, ajudam a prevenir o AVC.

As sequelas do AVC ficam para a vida toda?

Não. Hoje existem várias técnicas e profissionais especializados no assunto. Também é levado em consideração a capacidade do cérebro de destacar novas células sadias para suprir outras danificadas, assim, a recuperação dos membros lesionados é possível.

A genética influencia no AVC?

Não. Mesmo que haja alguma chance do histórico familiar contribuir para a doença, os fatores de risco são a melhor de diagnóstico da doença.

O AVC ocorre apenas em idosos?

Não. Não há uma faixa etária específica para o acidente acontecer. O que acontece é que com os idosos há o envelhecimento vascular e às doenças associadas, porém não há exclusividade.

Quer saber mais sobre o AVC?  A SPX pode te ajudar com neurologistas e clínicas pertinho de você!


Agende já sua consulta nesse link: https://linktr.ee/spxclinica

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

Enable Notifications    OK No thanks