Santana de Parnaíba
11 | 2450-6000

Taubaté
12 | 3608-2770

Joinvile
47 | 3033-2200

Santana de Parnaíba
11 | 97547-2518

Taubaté
12 | 99794-8410

Joinville
47 | 9234-6918

A pressão alta, ou hipertensão arterial, é um dos primeiros sinais para uma série de problemas na saúde. Entretanto, não podemos achar que essas questões envolvem somente o sistema circulatório. Na verdade, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, uma pessoa com pressão igual ou superior 140/90mmHg, ou seja, 14×9, já pode ser considerada hipertensa e com risco altíssimo de sofrer falhas no coração, nos rins e no cérebro.

No Brasil, 20% da população e metade das pessoas com mais de 65 anos sofrem de hipertensão arterial. Há casos, porém em menor escala, que atingem até crianças.

Em 2019, o número de falecimentos pela doença chegou ao número de 53.022, segundo o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. De acordo com os dados da Vigitel Brasil 2019, diagnóstico médico de hipertensão foi de 24,5% entre as 27 capitais brasileiras. Sendo mais recorrente em mulheres (27,3%) do que em homens (21,2%).

Os sintomas

Considerada uma doença crônica, ela não tem cura, mas pode ser tratada. Por isso é importante fazer exames regulares para acompanhamento de seus batimentos cardíacos. Os sintomas mais conhecidos da pressão alta são:

  • dores no peito;
  • dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • zumbido no ouvido;
  • fraqueza;
  • visão embaçada;
  • sangramento nasal.

Cuidados com a hipertensão

A comorbidade pode atingir todas as faixa-etárias, é preciso estabelecer uma pressão normal de 12×8 como referência em seus exames. Por isso, existem algumas atitudes importantes para a manutenção saudável no seu dia a dia:

  1. Pratique exercícios físicos: Ao se exercitar regularmente, principalmente aeróbicos, todo o sistema circulatório e pulmonar é beneficiado;
  2. Reduza o sal: o excesso de sal nas refeições faz com que nossa retenção de liquido seja maior, acarretando a hipertensão. É necessário diminuir o consumo de enlatados e alimentos em conserva;
  3. Medicamentos: ao ser constatado o diagnóstico de hipertensão, o médico indicará os remédios recomendados especificamente para sua situação. Deixa-los de tomar pode acarretar em problemas profundo;
  4. Medir a pressão: pelo menos uma vez no ano, averiguar a pressão é um alerta simples, mas pode te proteger de imprevistos.
  5. Estresse: quando estamos expostos à sobrecargas físicas e emocionais, nosso organismo responde com a alteração de nossa pressão arterial. Acarretando a hipertensão e doenças no coração.

Com esses pequenos atos, é possível viver bem e ter uma relação equilibrada com a hipertensão!

Quer saber mais sobre a hipertensão?  A SPX pode te ajudar com cardiologistas e clínicas pertinho de você!

Agende já sua consulta nesse link: https://linktr.ee/spxclinica

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

Enable Notifications    OK No thanks