spx-clinica-spx-imagem-beneficios-da-creatina-para-a-saude-cerebral

Entenda os Benefícios da Creatina para a Saúde Cerebral

Entenda quais os benefícios da creatina para a saúde cerebral e como esse suplemente pode melhorar a sua função cognitiva!

A creatina, em primeiro lugar, é um composto orgânico amplamente conhecido e utilizado no mundo dos esportes e do fitness. Frequentemente associada ao aumento da massa muscular e à melhoria do desempenho atlético, ela então se tornou um suplemento popular entre aqueles que buscam otimizar seus treinos.

No entanto, seus benefícios não se limitam apenas ao físico. Recentemente, pesquisas têm mostrado que a creatina pode igualmente assumir um papel importante na saúde cerebral, ampliando seu potencial de uso para além das academias.

Como Funciona e Para que Serve a Creatina?

spx-clinica-spx-imagem-para-que-serve-creatina

Analogamente, a creatina é um composto natural encontrado em pequenas quantidades em alimentos como carne vermelha e peixe, além de ser sintetizada pelo corpo humano a partir de aminoácidos. Juntamente com isso, quando se remete à suplementação, a mesma é amplamente utilizada para melhorar o desempenho físico.

Nesse sentido, ao aumentar a disponibilidade de energia nas células musculares, a creatina ajuda a melhorar a força, a potência e a recuperação durante os treinos, tornando-se uma escolha popular entre atletas e entusiastas do fitness.

Trabalho nos Músculos, Energia e Saúde

Antes de explorarmos seus demais benefícios, é essencial entender como a creatina funciona no corpo, desde sua síntese até seus mecanismos de ação nos músculos e no cérebro.

  1. Síntese e Armazenamento: A creatina é sintetizada naturalmente no fígado, pâncreas e rins a partir dos aminoácidos arginina, glicina e metionina. Eventualmente, ela é transportada para os músculos, onde é armazenada principalmente como fosfocreatina.

  2. Fonte de Energia Rápida: Sua principal função no corpo é fornecer energia rápida. Nos músculos, a fosfocreatina doa um grupo fosfato para o ADP, regenerando o ATP, que é a principal moeda de energia celular usada durante atividades de alta intensidade.

  3. Aumento da Massa Muscular: A suplementação aumenta o conteúdo de fosfocreatina nos músculos, melhorando a capacidade de realizar exercícios intensos e contribuindo para o aumento da massa muscular através de maior volume de treino e síntese proteica.

  4. Proteção e Recuperação Muscular: A creatina também atua na redução da fadiga muscular, ajuda na recuperação pós-exercício e protege contra danos musculares. Isso permite treinos mais eficazes e consistentes.

  5. Prevenção de Doenças Crônicas: Aliada à prática regular de atividades físicas e a uma alimentação equilibrada, também contribui para a prevenção de doenças crônicas. Isso ocorre porque a creatina promove o ganho de massa magra, o que, por sua vez, melhora a densidade óssea.

Quando e Como Tomar esse Suplemento?

Antes de mais nada, para saber como tomar creatina, o ideal é contar com o auxílio profissional. Em média, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda o consumo de 3 gramas por dia. Porém, essa dosagem pode ser ajustada conforme suas necessidades específicas.

Além disso, o momento de ingestão da creatina não é relevante. Como seus efeitos não são imediatos, é importante manter um consumo regular, independentemente de ser antes ou depois do treino. A maioria dos suplementos de creatina está disponível em pó. Por isso, é necessário diluir em água ou outra bebida de sua preferência.

Quais os Benefícios da Creatina para a Saúde Cerebral?

spx-clinica-spx-imagem-quais-beneficios-da-creatina-para-a-saude-cerebral

Em um estudo de 2003 publicado no Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, os pesquisadores examinaram se a suplementação oral de creatina poderia melhorar as pontuações em testes de inteligência e o desempenho da memória operacional em 45 jovens adultos vegetarianos. Os resultados mostraram uma melhora de 20% a 50% em alguns testes de memória e inteligência.

Do mesmo modo, estudos de revisão sugerem que a suplementação de creatina pode ser especialmente benéfica para pessoas que enfrentam estresse agudo ou crônico ou que consomem menores quantidades de creatina na dieta, bem como vegetarianos e veganos.

Outro estudo, realizado em 2007 e publicado no Neuropsychology, Development, and Cognition. Section B, Aging, Neuropsychology and Cognition, encontrou que, para indivíduos mais velhos, a suplementação de creatina por duas semanas melhorou a memória e a capacidade de recordação.

Combate à Doenças Neurológicas?

Ao mesmo tempo, a creatina tem mostrado potencial para estimular a função cerebral, proteger contra doenças neurológicas e reduzir a perda de músculo e força associada à idade em adultos idosos.

Thomas Rutledge, psicólogo e professor do departamento de psiquiatria da Universidade da Califórnia, em San Diego, destacou que os sintomas de ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático e depressão estão associados à disfunção metabólica e a níveis reduzidos de energia no cérebro. Como a creatina melhora esses mecanismos, é plausível que sua suplementação possa ser benéfica para essas condições.

“Experimentos intervencionais iniciais com creatina em humanos indicam melhoras pequenas a moderadas de sintomas para indivíduos com essas condições de saúde mental”

- Thomas Rutledge
Ociosidade-09.02-Clinico-Geral
Clique na Imagem!

Consulte seu Clínico Geral: Guia para Uso Seguro da Creatina

O clínico geral, assim como o nutricionista, são cruciais para orientar pacientes sobre o uso adequado da creatina e seus potenciais benefícios. Ambos fornecem uma visão abrangente da saúde do paciente e pode avaliar as condições pré-existentes que possam influenciar na suplementação. Sobretudo, também auxiliam na recomendação de dietas balanceadas que potencializem os efeitos da creatina.

As orientações são ajustadas ao passo que criam-se planos alimentares que otimizem a absorção da creatina e maximizem os resultados físicos e cognitivos esperados. Logo, esses especialistas asseguram que o uso da creatina seja seguro, eficaz e alinhado aos objetivos de saúde do paciente.

Monitoração de Possíveis Complicações

Em casos de suspeita de efeitos adversos ou complicações de saúde associadas à suplementação de creatina, os clínicos podem recomendar alguns exames, bem como:

  • Exames de função renal: Como dosagem de creatinina sérica e ureia para avaliar a função dos rins, que são órgãos importantes na excreção de metabólitos.

  • Exames hepáticos: Testes de função hepática para verificar se há alterações nos níveis de enzimas hepáticas, que podem indicar problemas no fígado.

  • Exames de imagem: Em casos específicos, como suspeita de danos musculares ou outras complicações, a Ressonância Magnética (RM) ou a Tomografia Computadorizada (TC) podem ser usadas para avaliar músculos e tecidos.


Efeitos Colaterais da Suplementação

Embora seja geralmente considerada segura quando utilizada conforme as recomendações, a creatina pode apresentar alguns efeitos colaterais em algumas pessoas. Os mais comuns incluem:

  • Retenção de água;
  • Desidratação;
  • Distúrbios gastrointestinais;
  • Cãibras musculares;
  • Aumento dos níveis de creatinina.

Agende Sua Consulta e Seus Exames na SPX Clínica!

Acima de tudo, a creatina oferece potenciais benefícios significativos para a saúde cerebral, incluindo melhorias na função cognitiva e proteção contra doenças neurodegenerativas. No entanto, seu uso deve ser feito com orientação profissional adequada para garantir dosagens seguras e eficazes.

Assim, a SPX Clínica Santana de Parnaíba (Consulta, Exames e Vacinas), e a SPX Taubaté e SPX Joinville (somente exames de imagens), podem te ajudar com cuidados abrangentes e necessários para sua saúde e bem-estar!

Faça Seu Agendamento Clicando Aqui!

Últimas Notícias:

1