spx-clinica-spx-imagem-o-que-e-apneia-obstrutiva-do-sono

O Que é Apneia Obstrutiva do Sono e Como Tratar?

Saiba o que é apneia obstrutiva do sono e conheça suas causas e sintomas, além das melhores opções de tratamento!

 

Você já acordou se sentindo mais cansado do que antes de dormir? Ou talvez tenha ouvido falar de pessoas que roncam alto e têm dificuldade para respirar durante a noite? De antemão, esses são sinais de uma condição mais comum do que se imagina, afetando milhões de pessoas ao redor do mundo.

Além de atrapalhar o sono, a apneia obstrutiva do sono está igualmente ligada a uma série de problemas de saúde graves, incluindo hipertensão, doenças cardíacas e até diabetes. Eventualmente, ela pode comprometer o desempenho no trabalho, aumentar o risco de acidentes e afetar o humor e as relações pessoais, por exemplo.

O Que é Apneia Obstrutiva do Sono?

spx-clinica-spx-imagem-explicando-o-que-e-apneia-obstrutiva-do-sono

A Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), em primeiro lugar, é um distúrbio caracterizado pela obstrução parcial ou completa das vias aéreas superiores durante o sono, resultando em pausas na respiração ou respiração superficial. Essas interrupções, sobretudo, podem durar de alguns segundos a minutos e ocorrem repetidamente ao longo da noite.

Quando o fluxo de ar é bloqueado, o nível de oxigênio no sangue pode eventualmente cair, levando o cérebro a despertar momentaneamente a pessoa para retomar a respiração. Esse ciclo de despertar e dormir pode acontecer muitas vezes, prejudicando a qualidade do sono e levando a diversos problemas de saúde.

A AOS pode afetar pessoas de todas as idades, no entanto, é mais comum em adultos de meia-idade e idosos. A condição, ainda assim, é mais prevalente em homens, embora também possa ocorrer em mulheres, especialmente após a menopausa.

Dados Revelam Alta Prevalência de AOS

Um artigo publicado na revista Sleep Medicine em 2010, pelo professor Sergio Tufik, revelou que a prevalência desse distúrbio respiratório na população atingia impressionantes 32,9%. Assim, esse número contrastava drasticamente com a prevalência internacionalmente reconhecida até então, que variava de 2 a 4% da população com a condição.

O EPISONO é um estudo epidemiológico que se repete a cada década para investigar o padrão de sono e seus distúrbios na população da cidade de São Paulo. Ao longo das três primeiras edições, realizadas entre 1986, 1995 e 2007, o estudo já havia indicado que mais de 60% dos habitantes paulistanos sofriam com problemas relacionados ao sono.

Impactos Negativos para a Saúde

spx-clinica-spx-imagem-impactos-apneia-obstrutiva-do-sono

A apneia obstrutiva do sono pode ter impactos profundos e negativos na saúde geral. Essa condição não afeta apenas a qualidade do sono, mas pode levar a uma série de problemas de saúde, sendo alguns deles:

  1. Fadiga diurna e sonolência excessiva durante o dia são frequentes devido à fragmentação do sono causada pela apneia obstrutiva do sono.

  2. Hipertensão arterial é um desfecho comum da apneia do sono não tratada, devido aos episódios repetidos de hipóxia durante o sono.

  3. Doenças cardiovasculares, bem como hipertensão, arritmias e insuficiência cardíaca, podem ser exacerbadas pela hipoxemia e hipercapnia associadas à apneia do sono.

  4. Problemas cognitivos, incluindo prejuízos de memória, concentração e função cognitiva, são comuns devido à falta de oxigênio durante os episódios de apneia do sono.

Causas e Fatores de Risco da Apneia Obstrutiva do Sono

Esse distúrbio, analogamente, é causado pela obstrução parcial ou completa das vias aéreas superiores durante o sono. Isso ocorre devido ao relaxamento dos músculos da garganta e à falta de suporte estrutural, levando a repetidas pausas na respiração ao longo da noite.

Logo, os principais fatores que contribuem para o desenvolvimento da AOS incluem:

  • Obesidade: o excesso de peso aumenta a probabilidade de obstrução das vias aéreas.

  • Anatomia das vias aéreas: características faciais, como tamanho da mandíbula ou garganta, que podem predispor à obstrução.

  • Idade avançada: o risco aumenta com o envelhecimento devido ao relaxamento dos músculos da garganta.

  • Sexo masculino: os homens têm maior probabilidade de desenvolver AOS do que as mulheres.

  • História familiar: pode haver uma predisposição genética para desenvolver a condição.

Atenção aos Sintomas

De maneira idêntica, os sintomas mais comuns da AOS podem variar em gravidade e impactar significativamente a qualidade de vida dos indivíduos afetados. Veja alguns abaixo:

  • Ronco alto e persistente;
  • Paradas respiratórias durante o sono;
  • Sonolência diurna excessiva;
  • Dor de cabeça matinal;
  • Dificuldade de concentração;
  • Irritabilidade;
  • Insônia.
Ociosidade-09-Otorrinolaringologista
Clique na Imagem!

Otorrinolaringologia: Conhecendo as Formas de Tratamento

spx-clinica-spx-imagem-tratamento-apneia-obstrutiva-do-sono

A otorrinolaringologia é vital no tratamento da AOS ao avaliar e tratar as causas anatômicas. Esse especialista pode realizar uma avaliação detalhada das vias aéreas superiores para identificar estruturas como amígdalas aumentadas, adenoides aumentadas, desvios de septo nasal ou outras obstruções nasais que podem estar obstruindo o fluxo de ar durante o sono.

Opções de Tratamento:
  • CPAP (Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas): Um dispositivo que utiliza uma máscara facial para fornecer ar sob pressão durante o sono, mantendo as vias aéreas abertas e prevenindo obstruções respiratórias.

  • Dispositivos de Avanço Mandibular (DAM): Projetados para posicionar a mandíbula inferior e a língua para frente, ajudando a manter as vias aéreas desobstruídas durante o sono.

  • Cirurgia: Recomendada em casos graves para corrigir problemas estruturais das vias aéreas superiores que contribuem para a obstrução do fluxo de ar.

  • Mudanças no estilo de vida: Incluem a perda de peso, evitar o consumo de álcool e tabaco antes de dormir, e preferencialmente dormir de lado ao invés de costas para reduzir os sintomas da Apneia Obstrutiva do Sono (AOS).

Agende Sua Consulta e Seus Exames na SPX Clínica!

Por último, entender o que é Apneia Obstrutiva do Sono e conhecer suas formas de tratamento é fundamental para manter uma boa qualidade de vida e prevenir complicações de saúde. O otorrinolaringologista, assim, é crucial nesse processo, com diagnósticos precisos e tratamentos adequados que podem melhorar significativamente o bem-estar dos pacientes.

Assim, a SPX Clínica Santana de Parnaíba (Consulta, Exames e Vacinas), e a SPX Taubaté e SPX Joinville (somente exames de imagens), podem te ajudar com cuidados abrangentes e necessários para sua saúde e bem-estar!

Faça Seu Agendamento Clicando Aqui!

Últimas Notícias:

1