Santana de Parnaíba
11 | 2450-6000

Taubaté
12 | 3608-2770

Joinvile
47 | 3033-2200

Santana de Parnaíba
11 | 97547-2518

Taubaté
12 | 99794-8410

Joinville
47 | 9234-6918

Apesar de ser um exame comum entre as mulheres, muita gente ainda não sabe como é feita a mamografia digital.Esse não é apenas um método de investigação recomendado, como exigido dentro dos procedimentos de rotina na saúde feminina.

E há uma boa razão para que seja assim, afinal, você provavelmente conhece a mamografia como o exame do câncer de mama. De fato, é um dos principais meios de diagnóstico da doença, que representa 25% de todos os tipos de câncer no mundo.

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (Inca), é o segundo mais comum entre as mulheres, ficando atrás apenas de casos de câncer de pele não melanoma.

mamografia digital

O que é a mamografia digital?

A mamografia digital, também conhecida como mamografia de alta resolução, é feita da mesma forma que a mamografia convencional,  sua versão digital é realizada por meio de um aparelho de raio-x chamado mamógrafo. no entanto, é um método mais confiável que guarda imagens no computador, havendo menor risco de danos na imagem e necessidade de repetir o exame.

doutor analisando mamografia

Para que serve ?

Devido à alta tecnologia envolvida, o método é capaz de encontrar mesmo nódulos pequenos e até microcalcificações.Também tumores em fase inicial, quando medem menos de 2 cm.Vale dizer que, nesse estágio, o tumor não é perceptível, mesmo que o paciente faça o autoexame preventivo.

A radiografia digital das mamas mostra também as características do nódulo encontrado, como o tipo e tamanho, indicando se é benigno ou maligno (o que caracteriza o câncer).Lembrando que, apesar de frequente e com alta mortalidade, o câncer de mama tem mais de 90% de chances de cura quando é detectado na fase inicial.

Como é o aparelho de mamografia digital?

Operado por um técnico em radiologia, o equipamento possui uma bandeja na qual a mama é posicionada para receber a radiação. A tecnologia utilizada pode ser CR (computadorizada) ou DR (digital).

A primeira conta com um chassi eletrônico colocado na bandeja do mamógrafo, responsável por armazenar as imagens.Após a mamografia, o chassi é inserido em uma leitora de CR e, então, os dados colhidos podem ser vistos na tela do computador.

Já na modalidade DR ou mamografia digital direta, o exame é realizado e, em seguida, as informações vão direto para o computador, sem aparelhos intermediários. Ambas as tecnologias resultam em imagens de alta resolução e na menor exposição da paciente à radiação do aparelho de raio-x.

sendo analisada por aparelho de mamografia digital

Com se preparar para a mamografia digital?

A mamografia convencional ou digital, não exige grandes preparos, mas algumas atitudes podem facilitar o exame e diminuir o incômodo para a paciente.

Fique de olho na lista:

  • Para favorecer a captação das imagens, evite passar cosméticos (desodorante, talco, perfume, hidratante ou outro creme) na região das mamas e axilas
  • Se tiver próteses de silicone, informe ao profissional que estiver conduzindo a mamografia. Elas podem dificultar a visualização das imagens, pois não são transparentes sob a radiação
  • Quando possível, escolha uma data longe da menstruação. Além de ter a densidade do tecido glandular aumentada, durante esse período. as mamas ficam mais sensíveis, gerando maior desconforto durante o exame
  • Lembre-se de levar, sempre, resultados de mamografias ou exames anteriores na região das mamas. Essas informações podem ajudar na hora do diagnóstico.

 

resultado realizados com sucesso

 

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

Enable Notifications    OK No thanks