PortuguêsEnglishEspañolFrançais
PortuguêsEnglishEspañolFrançais

Qual a diferença entre Tumores Benignos e Malignos?

Um tumor é identificado quando há um aumento de volume em partes do corpo. Ele é caracterizado pelo crescimento anormal do número de células, chamadas neoplasias, elas podem ser benignas ou malignas

Quando o paciente recebe o diagnóstico de ter um tumor, muitas dúvidas podem ocorrer, cenários pessimistas surgem em nossas cabeças. Porém, quando se fala do diagnóstico oncológico, é preciso cuidado para os temas não se confundirem.

A neoplasia maligna é o que conhecemos como câncer. Já as consideradas benignas, apresentam um crescimento organizado e lento, além dos limites nítidos. Por isso, é preciso dizer que nem todo tumor é câncer. 

O crescimento visto acontece por uma mutação na estrutura genética dos oncogenes ativados, eles regulam e controlam o crescimento e a morte das células. 

Assim, quando falamos dos tumores benignos, a alteração é pequena, ou seja, não tem uma interferência significativa nessa função. 

O que são os tumores malignos?

As neoplasias, os tumores malignos, geralmente são agressivos e têm um crescimento rápido. Isso ocorre porque há uma multiplicação celular descontrolada e desordenada. É esse tipo de tumor que tem a capacidade de invadir outros órgãos.

Mesmo assim, o tumor maligno tem cura se diagnosticado precocemente. As chances de cura são altas nesse cenário. 

O que são os tumores benignos?

Os tumores benignos, têm um crescimento organizado e lento, assim, apresenta limites bem demarcados que já ficam restritos a uma cápsula fibrosa. 

Dessa forma, elas não se espelham para tecidos vizinhos nem desenvolvem metástases. Mais uma diferença entre os dois tumores é a aparência e estrutura das células atacadas. Essas neoplasias são constituídas por células muito parecidas com as originais, já as neoplasias malignas, não. 

Como surgem os tumores?

Não existe uma causa única ou geral para o surgimento desses tumores. Porém, fatores hereditários ou adquiridos, como uma alimentação inadequada e o tabagismo, fazem as células do organismo sofrerem mutações. 

Em organismos saudáveis, essas células alteradas são eliminadas pelo sistema imunológico. Quando isso não acontece, elas se reproduzem e formam neoplasias. 

Quais os sintomas?

Os sintomas dos tumores vão depender de sua gravidade, maligno ou benigno.

Contudo, os sintomas sempre dão um jeito de indicar que algo não está certo em nosso corpo. Veja abaixo: 

  • Lesões no corpo;
  • Nódulos nas mamas;
  • Nódulos nas próstatas;
  • Sangue nas fezes;
  • Tosse com sangue;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Entre outros. 

Estes são alguns dos sintomas que são verificados e que podem indicar a presença de tumores benignos ou malignos. 

Os locais mais recorrentes de tumores benignos são: 

  • Lesões de pele;
  • Pólipos intestinais;
  • Fibromas de mama;
  • Órgãos ginecológicos;
  • Miomas;
  • Próstata;
  • Pólipos. 

Já os tumores malignos são encontrados mais frequentemente: 

  • Na pele;
  • Nas mamas;
  • No colo uterino;
  • Nos pulmões;
  • No intestino;
  • Na próstata;
  • No sangue.
ressonancia magnetica

Como identificar? 

Para identificar de forma precoce os tumores, existem diferentes tipos de exame e maneiras para tratar a questão. De acordo com pesquisas do INCA – Instituto Nacional de Câncer, quando descoberto precocemente, o câncer tem 90% de chances de ser curado. Por isso, fique de olho em como monitorar a questão. 

Os serviços de Análises Clínicas como: 

  • Hemograma completo: mapeia a situação geral do sangue,ou seja indica se estamos com nossa quantidade correta de glóbulos ou hemácias no corpo;
  • AFP: detecta a alfafetoproteína e indica tumores no estômago, intestino, ovários ou de metástases no fígado;
  • MCA: analisa o antígeno mucóide e identifica o câncer de mama;
  • PSA: detecta o antígeno prostático e ajuda no diagnóstico de câncer de próstata;
  • CA: identifica a existência de câncer no ovário;
  • Calcitona: seu aumento indica câncer de tireoide, mama e pulmão;
  • CEA: pode identificar câncer no intestino. 

Para o diagnóstico precoce, os exames de imagem que ajudam são: 

  • Raio-x: Ajuda a identificar alterações no pulmão, na coluna e nos ossos; 
  • Ressonância Magnética: permite a visualização de alterações nas mamas, no sangue, no fígado, no pâncreas, no baço, nos rins e nas glândulas supra-renais;
  • Tomografia Computadorizada: Investiga mais a fundo órgãos como pulmões, o fígado, o baço, o pâncreas, as articulações e a faringe.

Faça seus Exames e Consultas na SPX! Aqui sua Saúde é nossa Prioridade.

Disponibilizamos serviços de Análises Clínicas e Diagnóstico por Imagem com equipe médica especializada e equipamentos de alta qualidade. Fale conosco pelo link: https://bit.ly/SPXClinica

Deixe um comentário