PortuguêsEnglishEspañolFrançais
PortuguêsEnglishEspañolFrançais
Você sabe o que é o Norovírus?

Você sabe o que é o Norovírus?

Você sabia que no Brasil houve um aumento de casos de gastroenterite? Condição causada pelo Norovírus, assim, dados indicam que o país registrou mais de 9 mil casos da doença que atinge o estômago e o intestino.

Sua transmissão acontece pela pessoa infectada, por meio de gotículas de saliva, por alimentos ou água contaminada e após a contaminação, o quadro clínico caracteriza-se pela diminuição de consistência das fezes e aumento do número de evacuações. 

O Norovírus

O problema é causado por um grupo viral que desencadeia condições como a diarreia. Porém, mesmo que o vírus não seja conhecido pela população em geral, o aumento de casos de gastroenterite tem feito o assunto ser mais conhecido e procurado. 

Sua alta contaminação faz com que as pessoas da mesma família apresentem sintomas simultaneamente e por isso, para evitar sua disseminação, é necessário conhecer melhor a doença e seus sintomas. 

Sintomas do Norovírus 

Na sua infecção, o vírus apresenta alguns sintomas graves que, não tratado corretamente, evolui para quadros de desidratação, por isso, fique atento nos principais sintomas: 

  • Evacuações líquidas intensas, sem a presença de sangue nas fezes;
  • Febre alta (ocorre na metade dos casos);
  • Vômito;
  • Dores de cabeça;
  • Dores abdominais;
  • Fraqueza e cansaço;
  • Mialgias (dor muscular);
  • Mal estar.

Eventualmente, o paciente percebe os sintomas entre 24 e 48 horas após a exposição do vírus e os sintomas duram cerca 72 horas. 

Complicações

As complicações do vírus podem ser: 

  • Coma por Desidratação;
  • Encefalite, dor de cabeça devido infecção no cérebro (raro);
  • Diarreia crônica (em paciente imunocomprometidos);
  • Dispepsia (má digestão);
  • Constipação;
  • Refluxo gastro-esofágico.
Você sabe o que é o Norovírus?
Você sabe o que é o Norovírus?

Transmissão

O tempo médio de transmissão é de até 4 horas após o início dos sintomas. Entretanto, o desaparecimento dos sintomas não significa o fim da transmissão para outras pessoas, podendo ocorrer em até dois dias depois dos sintomas cessarem. 

Os principais fatores de transmissão são: 

  • Pessoa a pessoa Fecal-oral;
  • Quando uma pessoa consome alimentos ou água contaminados pelo vírus. Por isso, esse tipo de condição é mais comum em localidades que não possuem saneamento básico;
  • Contato com superfícies infectadas;
  • Contato direto com uma pessoa doente;
  • Liberação dos aerossóis virulentos no vômito (raro).

Por outro lado, em pessoas com imunidade baixa, a eliminação viral nas fezes pode estar presente por meses após a infecção.

Diagnóstico

Em suma, o diagnóstico é feito por testes moleculares realizados diretamente nas fezes. 

O tratamento e a prevenção 

Todavia, não existe um tratamento específico para a gastroenterite provocada pelo norovírus. Por isso, a ingestão frequente de água é primordial e o recomendado é que as pessoas infectadas sigam em repouso e preferencialmente isoladas de outras pessoas para evitar a contaminação. 

Nesse sentido, a melhor forma de prevenir a disseminação é manter hábitos de higiene: 

  • Lave as mãos antes e após ir ao banheiro;
  • Lave as mãos antes e após a manipulação de alimentos como frutas e verduras;
  • Realize a desinfestação de objetos ou superfícies potencialmente infectadas;
  • Evite a ingestão de alimentos crus ou não lavados;
  • Não compartilhe utensílios como talheres, toalhas e outros objetos pessoais.

No caso de convivência com uma pessoa infectada pelo Norovirus, é necessário evitar o contato próximo, utilizar máscaras, não levar as mãos ao olho, boca e nariz. Dessa forma, procure um médico infectologista ou clínico geral. 

Gostou da matéria? Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de nossas dicas e novidades. 

Instagram: @spxclinica

Facebook: SPX Clínica

Linkedin: SPX Diagnósticos por Imagem

Deixe um comentário